Obras inéditas do Mestre da Pintura Guido Viaro são resgatadas após 80 anos

Este precioso tesouro conta com trinta e oito criações do artista da década de 1930 que estão sendo restauradas e em breve brindarão o público numa exposição
Uma herança passada de pai para filho, com 38 raras ilustrações de Guido Viaro, vem à público após 80 anos guardadas com muito zelo e amor. A neta do escritor Dr. Leonidas de Loyola, a artista plástica Cristina de Loyola é a principal protagonista desta importante descoberta. Além de fazer parte da história destas obras, a artista plástica é a restauradora das obras e curadora da exposição que está sendo preparada para a revelação destas criações.
SOBRE AS OBRAS INÉDITAS
Tudo começou na década de 1930, o escritor Dr. Leonidas de Loyola era amigo do grande artista Guido Viaro. Na época trabalhava na produção de um livro infantil chamado “ALBUM DE FIGURAS”, editado em 1935.
De acordo com Cristina de Loyola, devido à grande amizade e carinho, Dr. Leonidas, seu avô, pediu ao então amigo Guido Viaro, por ocasião da criação do livro infantil, que fizesse as ilustrações para sua obra. E antes do esperado, para a sua surpresa, o Dr. Leonidas foi presenteado com 38 belíssimas ilustrações para o seu livro. Que com enorme emoção, de posse deste belo presente, editou a sua obra dedicada ao público infantil e destinada gratuitamente as escolas públicas da época.
Pouco tempo após editar o livro, o Dr. Leônidas faleceu e seus pertences ficaram aos cuidados de seu irmão, uma vez que seu filho, José Antonio Nascimento de Loyola – pai de Cristina – tinha apenas 11 anos e só iria ter direito ao espólio do pai a partir dos 21 anos de idade.
No final da década de 1940, conta Cristina, seu pai recebeu a herança e guardou, com muito cuidado, as ilustrações originais de Guido Viaro e o livro de seu avô. Já na década de 1970, com 18 anos de idade, Cristina, então aspirante a artista plástica, recebe de seu pai as ilustrações e o livro escrito pelo avô.
Cristina conta que na época não tinha noção da importância histórica destas obras, porém guardou a herança de família com muito zelo até os dias de hoje, as preciosas obras de Guido Viaro e também um volume do livro infantil, “ALBUM DE FIGURAS” escrito por seu avô, que na época teve pequena tiragem e que já não existe mais – nem na Biblioteca Pública do Paraná.
O RESGATE DAS OBRAS
Recentemente, ciente da importância história das obras que tinha em mãos, Cristina procurou o produtor cultural Jul Leardini buscando ajuda e orientação, relatando a ele essa bela história e mostrando-lhe o livro antigo e as 38 raras ilustrações de Guido Viaro, guardadas cuidadosamente por quase 80 anos. A artista plástica buscou no produtor um apoio para divulgar ao grande público esse tesouro que fazia parte da história de vida da sua família.
Foi então, que a herdeira destas obras inéditas, foi estimulada e orientada por este a elaborar um projeto cultural, que então renderia uma bela homenagem aos dois artistas, e levaria ao público a mostra destas obras originais e inéditas do grande mestre Guido Viaro bem como o livro infantil do avô.
Com projeto aprovado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, agora as obras de ambos artistas passam por processo de restauração. Em breve o grande público poderá ser brindado com este importante presente que, além de ter acesso a este belo livro infantil, poderá também visitar as obras do Mestre, que, após restauradas, serão expostas no Museu Guido Viaro, em Curitiba.
Vale destacar que a empolgação de todos os envolvidos no projeto, inclusive a família do artista que também está envolvida, é gigantesca. Afinal, esta obra não é apenas um projeto comum de Literatura e Artes Visuais. É um projeto de resgate histórico e artístico de 38 obras inéditas do Mestre da Pintura Paranaense, Guido Viaro e de um livro infantil do Dr. Leonidas de Loyola, editado em 1937 (segunda edição) pela extinta Editores França e Cia. Ltda, em Curitiba e ilustrado por Guido Viaro.
Este projeto que vem sendo desenvolvido há mais de um ano, mais que tudo, é um importante resgate de Patrimônio Artístico Material e Imaterial Paranaense que necessitava ser levado a público. Pois este precioso tesouro, destinado à posteridade e também à cultura do país e do Estado do Paraná, terra escolhida por Guido como sua segunda pátria, não poderia ficar restrito nas lembranças de uma herança de família.
Contato: Kendra Chihaya – Assessora de Imprensa – kmc@kendrachihaya.com.br

 

Publicado em Artigos