Ronald Accioly, juiz e amigo

Screen Shot 2014-07-21 at 07.00.16 PMRonald Accioly Rodrigues da Costa foi meu colega de classe na Faculdade de Direito na UFPR. Formamos em 1953, na chamada turma do centenário,  data que ainda celebramos como últimos remanescentes. Ronald não era um líder, no rigor da palavra; faltava-lhe o peito inflado e a voz de comando. Era sim um aliciador, um  colega com o dom de agregar. Sabia tudo da escola e dos nossos deveres. E era a quem a gente perguntava tudo. Esse tipo de homem você nunca vê sozinho; está sempre rodeado de um grupo de amigos. Também não era o melhor da classe, porque ali havia Alcides Munhoz Neto, em quem todos nós púnhamos a imagem futura do jurista, como logo chegou a ser, mas o destino nos contrariou. Quando era época de provas, habitualmente Ronald franqueava a casa na rua Carlos de Carvalho, onde  reunia um grupo de colegas para rever e completar o estudo dos temas de exame, sob sua orientação. Assim, todos nós éramos bons alunos. Ronald tinha também outra qualidade: era o nosso organizador de eventos. Se havia uma reunião ou um jantar era ele que tomava frente, com a colaboração de poucos. Todo encontro realizado a cada ano, a festa era promoção dele  e do colega Elias Kobruslly (in memoriam), na organização e  no programa. Eles se encarregavam de tudo, faziam os convites e promoviam a festa em grande  gala. E a gente confiava neles. Conheci mais tarde Accioly da Costa na Consultoria Jurídica do Estado, onde fez carreira que foi de assistente administrativo a  Procurador-Geral do Estado. Seguia sendo o mesmo homem, simples, competente e afável.  Em 20 de abril de 1975 ascendeu a desembargador, na vaga constitucional  e ao final da carreira alcançou a presidência do Tribunal, em 1993-1994. Na ocasião fui então surpreendido com o convite para servir como seu assessor judiciário  –  tal como, de fato, vim a sê-lo  por todo o tempo do seu mandato. Tive então um excelente convívio, e aprendi um pouco da arte difícil de  ser juiz, tarefa para a qual nunca me reconheci dotado. Mas aprendi a admirá-lo no esforço diário de desfazer as armações e as tramas  dos  processos e seus recursos. Suponho tê-lo ajudado em muitas dificuldades, que eram comuns.  Sempre que tinha acesso às suas decisões,  muitas vezes repetia comigo (e até lhe confessava discretamente): – “Era assim também que  eu pensava!” E tinha prazer nessa concordância, porque me permitia imaginar que pensávamos juntos,  cultivando uma impressão de semelhança sempre prazerosa, sobretudo para quem é dado servir. Assim, em razão de tudo isso, guardo desse curto período a impressão agradável de ter sido útil e de ter cumprido  minha  tarefa e,  mais ainda, de ter tido a oportunidade de consolidar uma estima e admiração pessoal, que sempre alentei por ele, desde os primeiros tempos do nosso convívio. Ainda sobre essa identidade, tenho uma lembrança que recebi como honrosa homenagem, quando me premiou com o juízo: “Sabe que você poderia ser um bom juiz?

Por fim, tem um particular que  não posso deixar de registrar. Consultando  as informações genealógicos, vejo que Accioli  vem de Acciaiuoli, Acciajuoli, Accioli, Acyoly, nome de família de origem italiana, que, no Renascimento representou uma das mais importantes famílias de Florença. Em Florença existe o Palazzo Acciauoli, próximo da ponte  Vecchio, com torre que proporciona uma bela visão da cidade. O ramo português veio de Simone, conhecido como Simão Achioli, almoxarife régio da Madeira. O ramo brasileiro começou com Gaspar Acciaiuoli, casado no Brasil com a neta de família nobre e guelfa de Florença, portadores da certidão de nobreza assinada pelo Grão-Duque da Toscana.

Não é à toa, portanto, que Ronaldo Accioly Rodrigues da Costa exibisse o gene de sua origem, pelos modos distintos e  gestos de fidalguia e inteligência que marcavam sua presença entre nós.

Rui Cavallin Pinto

Luís Guilherme Bergamini Mendes, administrador do site da APL, é Engenheiro de Computação formado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Mantém o site da APL desde 2001.

Publicado em Artigos