Túlio Vargas, Imortal

Depois de insidiosa doença, faleceu, na madrugada do dia 27/03/08 o Presidente da Academia Paranaense de Letras, Odilon Túlio Vargas, aos 79 anos. Na verdade, é o Paraná que perde uma das suas mais ilustres figuras, um político de rara estatura e um pesquisador incansável de nossa história.

Durante os longos anos em que presidiu a Academia, desde 1994, seus esforços foram incansáveis na implantação de novos sodalócios no interior do Estado, tendo sido de sua iniciativa a aglutinação de lideranças intelectuais em diversas comunidades do interior do Estado, que em conjunto com instituições universitárias locais, se tornaram semente fértil no desenvolvimento da pesquisa literária e da arte regionais.

Sua vasta obra literária se estende do campo biográfico para o histórico, sempre com a preocupação de realçar exemplos de méritos a serem seguidos, o que refletia a sua permanente preocupação com a preservação de valores culturais e éticos, hoje tão ausentes de nossas práticas sociais.

Exímio dirigente, e de rara simpatia e educação, sua presença diante dos confrades e confreiras sempre foi marcante, o que inspirava um ambiente interno de rara cordialidade e um grau de integração e produtividade que muito contribuíram para aumentar o prestígio externo da APL.

Dentre as inúmeras funções públicas que exerceu, recordo-me de sua atuação como Secretário de Justiça no governo de Jayme Canet Júnior (1975/1979), quando promoveu a implantação, no sistema carcerário, das primeiras atividades profissionais dos detentos, com vistas a humanizar o cumprimento das penas, o que significou um avanço marcante na solução desse problema complexo e ainda não resolvido, por falta de vontade polótica ou por ingerâncias ideológicas prejudiciais.

Morre o homem, fica sua obra, imortalizada por exemplos dignificantes de compostura e consideração com seus semelhantes. Que possamos ser dignos de tudo o que Túlio Vargas nos inspirou, com sua vida recheada de virtudes e procura incansável de um mundo melhor para todos.

Antônio Celso Mendes, cadeira 34

Luís Guilherme Bergamini Mendes, administrador do site da APL, é Engenheiro de Computação formado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Mantém o site da APL desde 2001.

Publicado em Artigos