Valfrido Pilotto

Perdeu o Paraná uma figura emblemática da sua cultura, o professor, jornalista, poeta, filósofo e tribuno, Valfrido Pilotto, com a avançada idade de 103 anos, vividos intensamente na criação literária e historiográfica.

Fundador da Academia Paranaense de Letras, ocupante da cadeira n.01, presidiu esta entidade e também o Centro de Letras do Paraná, em duas ocasiões de grande efervescência intelectual e administrativa.

Começou muito cedo a sua carreira de escritor com a publicação do livro Humilde. Não parou mais. Hoje a sua vasta bibliografia enriquece as estantes paranistas com os mais diversificados temas, que vão da história às questões espiritualistas.

Soube usar a retórica com maestria. Filósofo e observador arguto, tornou-se paradígma pela percuciência com que soube analisar os acontecimentos do seu tempo. Polemista, defendeu suas convicções com arraigado radicalismo, contrariando teorias impostas como inapeláveis e pétreas.

Consagrou-se como orador durante a Revolução de 30, defendendo a Aliança Liberal de Getúlio Vargas. Projetou-se na vida pública como diretor da Polícia Civil e Secretário de Estado da Segurança Pública.

Integrou-se ao Movimento Futurista, assinando como Oto Di La Nave, antes mesmo do Modernismo, com Laertes Munhoz, Correia Júnior e Alceu Chichorro, entre outros, ao demonstrar idéias renovadoras e de vanguarda. Retomou depois uma postura conservadora ao dedicar-se aos temas da espiritualidade, como os seus esplêndidos ensaios sobre Tolstoi, do Diário de um Tempo Ruim, Dário Velozzo e História e Historiógrafos.

Ele nasceu em Dorizon, PR, em 23 de abril de 1903, filho de Egídio e Luíza Pilotto. Família de muitos irmãos, todos eles com destaque na sociedade paranaense.

Entre os seus livros mais conhecidos encontram-se Assis Cintra e a Tragédia do KM.65, O Entreguismo Histórico, Quando o Paraná se levantou como uma Nação, Querência, A Estirpe Apostolar de Dario Vellozo, Profanações e Registros Muito Pensados, Tolstoi, Rocha Pombo, De Um dia e de Sempre, além de outros.

Túlio Vargas, cadeira nº23

Luís Guilherme Bergamini Mendes, administrador do site da APL, é Engenheiro de Computação formado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Mantém o site da APL desde 2001.

Publicado em Artigos