Ata da reunião do café da manhã do dia 11 de novembro de 2015

Aos onze dias do mês de novembro de dois mil e quinze, reuniram-se no 2º andar das instalações do SENAC, à rua André de Barros, 750, para mais uma reunião mensal ordinária da Academia Paranaense de Letras, sob a presidência de Chloris Casagrande Justen, estando presentes os seguintes acadêmicos: Cecília Maria Vieira Helm, Nilson Monteiro, Clemente Ivo Juliatto, Ricardo Pasquini, Ário Taborda  Dergint, Albino de Brito Freire, Adélia Maria Woellner, Ernani Lopes Buchmann, Carlos Alberto Sanches, Flávio Arns, Maria José Justino, Eduardo Rocha Virmond e Marta Morais da Costa. A reunião começou com a apresentação artística de Leonardo Salgado Pires, aluno da Faculdade de Belas Artes do Paraná, muito aplaudida pelos presentes. A seguir foi executado e cantado o Hino do Paraná e lido o Credo Acadêmico por Albino Freire. A presidente Chloris Justen fez homenagem ao recém-falecido acadêmico Lauro Grein Filho, no que foi apoiada pelo depoimento do acadêmico Ernani Buchmann, tendo ambos elogiado a figura pessoal e profissional daquele que foi vice-presidente da APL por 14 anos.  A seguir, a acadêmica Maria José Justino fez uma brilhante exposição sobre “A Escola de Música e Belas Artes do Paraná”, focalizando as artes visuais e apresentando artistas e obras que marcam a vida cultural de nosso estado. Também falou, na sequência, o acadêmico Flávio Arns sobre “Uma sede para a Academia”, relatando o estágio das negociações para a reforma do Belvedere, em especial a reunião havida com os representantes de vários setores que compõem o entorno desse edifício. Entre os assuntos tratados então, salientou a comunicação a todos do projeto de revitalização da área próxima ao Belvedere, que será capitaneada pela Academia Paranaense de Letras, ao se estabelecer no local e com o apoio de vários órgãos do Governo do Estado. A presidente Chloris Justen afirmou o orgulho da Academia Paranaense de Letras ao exercer esse papel disseminador da cultura. A acadêmica Cecília Helm informou sobre o estado de quase abandono do Museu Paranaense, situado nas proximidades do Belvedere. O acadêmico Nilson Monteiro sugeriu que a APL poderia oficiar a Secretaria de Cultura para que o Museu seja ativado em prol da comunidade. A seguir, e obedecendo à pauta pré-estabelecida, foi aberta a palavra para as notícias. A acadêmica Adélia Woellner comunicou o lançamento do livro “Empresa brasileira e globalização” de Belmiro Valverde Castor e também a edição de “O jardim das virtudes” da própria acadêmica. A palavra passou à acadêmica Cecília Helm que informou estar doando à Academia um livro de Ulisses Vieira, de 1940, e outro de Fausto Cardoso, em edição de 1898. O acadêmico Eduardo Virmond anunciou mais uma vez a publicação da “Revista da Academia”, editada neste ano pela Editora Positivo e solicitou que desde já fossem enviados os trabalhos para o próximo número da revista. O acadêmico Ernani Buchmann foi designado pela presidente Chloris Justen para presidir a comissão que irá estudar o resgate dos acadêmicos que têm estado ausentes das reuniões e atividades da Academia. Para finalizar as atividades do ano de 2015, ficou convocada uma reunião extraordinária para o dia 16 de dezembro de 2015, neste mesmo local, a partir das 11h, para um almoço de confraternização. O acadêmico Ernani Buchmann solicitou que fosse incluída nesta ata a comunicação de que prepara a biobibliografia da Academia para os festejos dos 80 anos de sua fundação. E por ser verdade, firmo a presente ata que vai por mim, Marta Morais da Costa, secretária “ad hoc”, e pela presidente Chloris Casagrande Justen devidamente assinada. Em 11 de novembro de 2015.

Chloris Casagrande Justen                  Marta Morais da Costa

Presidente                                            Secretária “ad hoc”

Publicado em Atas