Ata da posse de Roberto Muggiati

Aos nove (09) dias de maio de 2.011 (dois mil e onze), com início às 19:00 horas, no salão do Paço da Liberdade, sito na Praça Generoso Marques, reuniram-se os membros da Academia Paranaense de Letras, conforme registro no Livro de Presenças, sob a presidência do Acadêmico Eduardo Rocha Virmond, para a realização da cerimônia de posse do Acadêmico Roberto Muggiati, eleito para a cadeira n. 33, deste sodalício. À hora aprazada, presentes familiares, colegas, amigos e admiradores do empossando, o presidente deu por instalada a sessão, justificando o sentido especial da cerimônia e anunciando a execução do hino nacional, pelo pistonista Saul trumpet. Dando continuidade a consócia Adélia Woellner fez a chamada correspondente à presença dos acadêmicos e o presidente anunciou a execução ao piano por Marília Griller e seu conunto, da página musical Young and Fine, de Joe Zawanul. Em seguida designou os consócios Albino de Brito Freire e Antonio Celso Mendes para fazerem introduzir o empossando na recinto da solenidade, o que se seguiu. Assim, posto à frente da mesa diretora, o presidente tomou-lhe o compromisso e conferiu-lhe o título perpétuo de membro efetivo desta Academia, cuja condição ele aderiu, assinando o termo de posse acadêmica, assumindo assim as prerrogativas e deveres estatutários. Completando a cerimônia a presidência convidou a Irmã do novo acadêmico, Regina, a vestir-lhe a pelerine, a qual, após, o seguiu até os demais colegas da corporação. Antes de conceder a palavra de saudação ao recipiendário, o presidente anunciou novo número musical de Marília Griller, seja July in Ritiba, de composição da própria pianista. Após, a palavra foi confiada ao Acadêmico Adherbal Fortes de Sá Jr, para a saudação oficial, do que se incumbiu o orador, como amigo e colega de geração e de atividade jornalística, recapitulando a vida de Curitiba desde os anos 60, marcando referências como a redação da Gazeta, do Dia, e no Diário do Paraná. Lembrou os companheiros de redação e o sonho da ganhar espaço na grande imprensa e de poder curtir o som do seu tempo. Exaltou a contribuição do novo acadêmico para a divulgação e compreensão do estilo musical do jazz, como visão de vida e libertação e, por fim, saudou sua presença entre nós, para comungar conosco para as transformações que desejamos. No intervalo que se seguiu foi executada a música Johnson Rag e, em seguida, a palavra passada ao novel acadêmico Roberto Muggiati, para seu discurso de posse. O empossado abriu sua alocução festejando seu retorno a Curitiba, passados 50 anos e voltou-se para as memórias dos seus primeiros 20 anos, que não iam além de mil metros do Paço da Liberdade. Fez um breve panegírico dos ocupantes anteriores de sua cadeira que relacionou com lembranças do seu tempo do Colégio Estadual, da Faculdade de Engenharia e da redação na imprensa local e seus companheiros de profissão. Falou de sua família e de sua experiência internacional. Concluiu citando Oliveira Franco e Linhares, para se comparar ao símbolo do pinheiro, em que o tronco cresce e engrossa, se desfazendo dos galhos, mas as raízes continuam encravadas profundamente no solo, tal qual se sente no seu retorno da Curitiba.Agradecendo a presença de todos o presidente encerrou a sessão, convidando os presentes para um coquete oferecido pelo novo acadêmico, no próprio local.

EDUARDO ROCHA VIRMOND – Presidente
RUI CAVALLIN PINTO – Secretário-Geral

Luís Guilherme Bergamini Mendes, administrador do site da APL, é Engenheiro de Computação formado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Mantém o site da APL desde 2001.