Ata da Reunião da Academia Paranaense de Letras no dia 9 de março de 2016.

Aos nove dias do mês de março de 2016, no salão de refeições do SENAC, teve lugar mais uma reunião/café, com a presença dos acadêmicos Chloris Casagrande Justen, Antonio Celso Mendes, Adélia Maria Woellner, Maria José Justino, Nilson Monteiro, Flávio José Arns, Albino Freire, Marta Morais da Costa, Rui Cavallin Pinto, Cecília Helm, Eduardo Rocha Virmond, Carlos Alberto Sanches e Renê Dotti. Justificaram ausência os confrades Paulo Torres, Léo de Almeida Neves, Ricardo Pasquini, Ney Freitas e Laurentino Gomes. A Presidente, ao início da reunião, teceu considerações sobre a conveniência da presença da música durante a degustação da refeição, o que foi feito ao som dos Calouros do Ritmo, através de gravação do primeiro grupo vocal de Curitiba. Ao declarar abertos os trabalhos constantes da pauta, teve lugar o cântico do Hino do Paraná. A leitura da oração acadêmica foi feita pelo confrade Nilson Monteiro, tendo sido declinada a apresentação nominal dos acadêmicos presentes, Ressaltou em seguida a Presidente o trabalho já de anos sobre o julgamento de poesias do Colégio Positivo, em conjunto com Adélia Woellner, o que resultou no compromisso da contribuição daquele colégio na edição da biobibliografia, editada periodicamente.  Porém, no ano passado, a presidente conseguiu com eles a edição de nossa próxima revista, o que virá aliviar as despesas correspondentes. Em seguida usou da palavra o confrade Virmond, que prestou uma homenagem às confreiras presentes, ao ensejo das comemorações alusivas ao dia internacional da mulher. Ao ensejo prestou esclarecimentos sobre os objetivos da próxima revista, comemorativa aos 80 anos de fundação da Academia.  René Dotti teceu repúdios sobre o propósito do Ministério da Educação de limitar o conteúdo do estudo da História, relegando as origens clássicas de nossa cultura ocidental. Igualmente, a importância para a APL em convidar pessoas de destaque para proceder palestras, durante as reuniões tradicionais da Academia. Em seguida, o confrade Rui Cavallin teceu comentários sobre a ausência de escritos sobre a história do Paraná, bem como o desinteresse da sociedade e das escolas em saber mais sobre os fatos que geraram nossa evolução. Por oportuno, o confrade Celso Mendes ressaltou seus acertos com a editora Juruá, para a publicação do resumo e atualização da obra de Rui Wachowski sobre a História do Paraná, edição comemorativa aos 80 anos da APL, o que foi recebido com aplausos. Ato contínuo, foi concedida a palavra ao confrade Flávio Arns, que relatou a realização de reuniões periódicas com a comunidade interessada na revitalização da praça João Cândido, devendo inserir em nosso site a data e as resoluções tomadas, para conhecimento de todos os integrantes da APL. Não havendo nada mais a tratar e pelo adiantado da hora, foi declarada pela Presidente o encerramento da sessão, com o agradecimento pela participação de todos nos debates. Eu, secretário, lavrei a presenta ata, que será publicada no site da APL.

 

Chloris Casagrande Justen                  Antônio Celso Mendes

Presidente                                            Secretário

 

 

 

 

Publicado em Atas