Ata de 24 de maio de 2013

Ás 8,30 horas do dia 24 de maio de 2013, reuniram-se os membros da Academia Paranaense de Letras, para seu habitual café-da-manhã, no restaurante do SENAC, sob a presidência da confreira Chloris Casagrande Justen,  mais acadêmicos e convidadas, estas, nas pessoas de Maria Helena Silveira Maciel e Elizabeth Maia, para cumprir a pauta de sua convocação. Após o horário de confraternização, a senhora presidente abriu os trabalhos, com a leitura do credo acadêmico pelo confrade Ernani Straube e, em seguida, passou a palavra a Maria Helen Silveira Maciel, presidente do Conselho Estadual de Educação Superior, que, após sua saudação, fez considerações gerais sobre a condição atual do professor, lamentando o menoscabo que ainda perdura nas escolas, quanto ao ensino da História do Paraná. Atribuiu essa carência à própria burocracia político-administrativa, cumprimentando a proposta da acadêmica Chloris de fazê-la incluir no programa de ensino estadual. Concluiu comunicando o papel e o interesse do Conselho nesse alcance.. Na oportunidade, interveio a colega Chloris no sentido de esclarecer que sua proposta de inclusão do ensino da História do Paraná não corresponde à criação de uma disciplina própria, mas a inserção do seu conhecimento em todo o programa escolar. Comunicou também que fez inserir no site da Academia o registro biobibliográfico dos acadêmicos, com dados de suas obras e avaliação crítica. Passando a palavra a Eduardo Virmond, este se ocupou em considerações sobre as condições atuais da biblioteca da Academia e a agradecer a Hélio Rotemberg a doação  de um computador para servir à sua classificação. Na oportunidade Cecília Helm usou da tribuna para reivindicar a atenção dos educadores paranaenses sobre as etnias indígenas: xetá, guarani e caingangue e Carlos Robertos A. dos Santos sugeriu que elas servissem de tema para a próxima semana de história. Ernani Buchmann também se serviu da oportunidade para  informar e cumprimentar a confreira Cecília, pelo lançamento do seu livro biográfico sobre seu pai Vieira Neto, com o patrocínio da OAB. Albino Freire aproveitou a oportunidade para comunicar estar mantendo seu programa de língua portuguesa em uma das emissoras locais. Helena Kolody foi tema também da confreira Adélia Woellner para divulgação de sua obra e de  livro sobre sua vida. Por fim, o acadêmico Clemente Juliato disse de sua satisfação de participar da reunião e dos seus resultados, anunciando a inauguração da Casa Estrela, para o próximo dia 6 de junho, a qual representa importante legado cultural do Paraná. Finalmente, a presidente fez  algunas considerações finais sobre reunião, depois da quais, encerrou a sessão.

CHLORIS CASAGRANDE JUSEN – Presidente

RUI CAVALLIN PINTO – Secretário

Luís Guilherme Bergamini Mendes, administrador do site da APL, é Engenheiro de Computação formado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Mantém o site da APL desde 2001.

Publicado em Atas