Dalton Trevisan ganha o prêmio “Machado de Assis”

A Academia Brasileira de Letras conferiu no último dia 6 do corrente, o Prêmio “Machado de Assis”, 2011 (o mais importante da Casa), ao contista curitibano Dalton Trevisan. O “Machado de Assis” é conferido todo ano pelo conjunto de obra, e o vencedor receberá a importância de R$100 mil. O prêmio será entregue em julho deste ano, mês que a ABL estará comemorando 115 anos de fundação. Trevisan, de acordo com a comissão, conquista o Prêmio por ser “um dos mais importantes narradores de ficção brasileira contemporânea”. Ainda, segundo parecer é “portador de uma linguagem predominantemente interiorizante, porém sensível às movimentações sociais. Desde cedo se afirmando na história curta, mais especificamente no conto. Trata-se um contestador personalíssimo navegando contra a corrente institucional do conto. Neste sentido, suas “Novelas nada exemplares” são exemplos desse esforço de abertura do gênero”. A comissão destacou também “A faca no coração”, “A polaquinha”, “Crimes de Paixão, “O Vampiro de Curitiba”, entre outras obras do autor curitibano.

Luís Guilherme Bergamini Mendes, administrador do site da APL, é Engenheiro de Computação formado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Mantém o site da APL desde 2001.

Publicado em Geral