OLHAR PRIVILEGIADO DE JOÃO MANUEL É DISSECADO POR DOTTI

João Manoel Simões

João Manoel Simões

A reação apriorística que muitos “leitores exigentes”, criados sob o signo de uma literatura simplista e de olhar limitado às esquinas geográficas da vida poderão ter é a de lançar ‘juízos meio enviesados’ ao livro “Ensaios Escolhidos”.

Os ‘juízos enviesados’ e preconcebidos, persistente e danosa herança da terra, eu os cito baseado em anos de observação de nosso mundo cultural paranaense. Neles, equivocadamente o escritor português/curitibano João Manuel Simões foi sendo marcado por estigmas e anátemas. Na maioria das vezes silenciosamente expressos, muitas vezes até com meu cúmplice silêncio, pois ignorei a ‘avis rara’ que Simões sempre representou.

O CORTEJO

Eu mesmo, se não fiz parte do cortejo dos que gratuitamente apodavam de “velhos” os textos de João Manuel, fui pelo menos cúmplice de dito cortejo, ao deixar passar, simplesmente, a obra de Simões, importante, rara, carregada de dois ingredientes que incomodam almas parvas: saberes e visões profundos.

Clássicos valores, sobretudo.

 

matéria publicada na página de Aroldo Murá em 27/03/2017, para ler na íntegra clicar aqui

Publicado em Geral